CDL ACIBOM / Notícias / Notícias

Confira o horário de atendimento dos bancos nos jogos do Brasil na Copa

Por João Paulo Silva Dia em Notícias

A FEBRABAN é a Federação Brasileira de Bancos e, faltando apenas 30 dias para o primeiro jogo da Seleção Brasileira, foi divulgado o horário de atendimento dos bancos durante os jogos do Brasil:

• Em dias de jogos às 9h, o atendimento ao público nas agências bancárias do interior, da capital e regiões metropolitanas será das 13h às 17h.

• Em dias de jogos às 11h, o atendimento ao público nas agências do interior, da capital e regiões metropolitanas será das 8h30 às 10h30 e das 14h00 às 16h00.

• Em dias de jogos às 15h, o atendimento ao público nas agências do interior, da capital e regiões metropolitanas será das 9h00 às 13h00.

Segundo a FEBRABAN, os bancos deverão afixar em suas dependências aviso sobre o horário de atendimento nos dias de jogos do Brasil, com uma com antecedência mínima de 48 (quarenta e oito) horas.

Fonte: FEBRABAN

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Frutifica Minas acontece no auditório da CDL ACIBOM

Por Gabriel Philipe Dia em Notícias

Aconteceu ontem (10) no auditório da CDL ACIBOM, o Frutifica Minas, evento realizado pela Emater MG e Conselho de Desenvolvimento Econômico de Bom Despacho, em parceria com CDL ACIBOM, UNA, Sicoob Credibom, Cooperbom, Citrovan e Banco do Brasil.

Mais de 150 pessoas participaram do evento.

“A fruticultura em Minas Gerais vem apresentando grande destaque no cenário sócio-econômico nacional. A área plantada é de mais de 130 mil hectares, com produção de mais de 2,3 milhões de toneladas por ano. A atividade está presente de forma comercial em 500 municípios mineiros e gera cerca de 500 mil empregos diretor e indiretos”, ressalta Deny Sanábio, coordenador técnico estadual de Fruticultura da Emater-MG.

Confira fotos do evento, clicando aqui.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

5 fatos sobre os impostos no Brasil

Por João Paulo Silva Dia em Notícias

Em 2017, a União arrecadou R$ 1,342 trilhão em impostos. Até o momento, de acordo com o Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo, já são mais de R$800 bilhões arrecadados.

Tudo que você consome vem carregado de impostos. Em alguns casos, mais do que a metade do valor do produto se referem à taxas cobradas pelo governo. Além disso, o sistema tributário brasileiro é complexo, desigual e cheio de brechas. Confira cinco fatos singulares sobre a cobrança de impostos no Brasil.

1. Pior retorno para a população

Apesar de pagar uma das maiores cargas tributárias do mundo, o brasileiro continua recebendo péssimos serviços públicos em retorno.

Um levantamento do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT) mostrou que o Brasil é o 14º país que mais arrecada impostos, em um ranking com 30 nações. Porém, o pais é o lanterna em índice de retorno ao bem-estar da sociedade, ou seja, serviços para a população, ocupando a 30ª posição.

2. Complexidade do sistema

As leis brasileiras são muitas e, de modo geral, bem complicadas. São cerca de 3.790 normas e a cada dia surgem cerca de 30 novas regras ou atualizações tributárias no país. O que pode levar a equívocos.

Com tantas normas, que estão em constante mudanças, a burocracia para pagamentos de impostos é gigante, o que torna o Brasil o país onde mais se gasta tempo calculando e pagando impostos, segundo o Banco mundial. São mais de 1.958 horas gastas para vencer a burocracia tributária.

3. Impostos incidem sobre impostos

A alta complexidade tributária no Brasil gera ainda um outro problema: impostos que incidem sobre impostos. O ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), por exemplo, está presente em todas as etapas da cadeia produtiva, seu recolhimento ocorre diversas vezes, o que conduz à incidência múltipla.

Os impostos em cascata fazem o valor pago em tributos ir às alturas.

4. 144 Dias de trabalho

O cidadão brasileiro terá que trabalhar 144 dias apenas para pagar impostos este ano. Ou seja, tudo que um indivíduo recebeu do dia 1º de janeiro até o dia 24 de maio foi parar nas garras do Leão.

Resumindo: mais de 40% do tempo que o brasileiro passa trabalhando durante o ano é para pagar impostos.

5. Dia da Liberdade de Impostos

O Dia de Liberdade de Impostos (DLI) acontece este ano no dia 24 de maio, que marca, simbolicamente, a data em que os brasileiros param de trabalhar apenas para pagar impostos. É uma ação do comércio nacional para a conscientização sobre a alta carga tributária brasileira que incide em produtos e serviços e é onerosa para a população. Neste dia, comerciantes dos mais variados segmentos oferecem produtos e serviços com o desconto referente ao valor dos impostos. Acesse e conheça a mobilização em Minas Gerais.

Fonte: F-CDL

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Confira o Horário do Comércio para o Dia das Mães

Por João Paulo Silva Dia em Notícias

A CDL Acibom e o sindicato da categoria estão na parte final do acordo para o horário do comércio no Dia das Mães. Confira o horário definido:

Quinta-feira: de 09h às 20h
Sexta-feira: de 09h às 20h
Sábado: de 09h às 18h

Leia o termo clicando aqui e tome conhecimento das normas acordadas.

Você é empregador? Tem uma empresa? É de extrema importância qu seja tomado conhecimento das normas, e recomendamos o seu cumprimento integral, para evitar assim possíveis problemas.

Ainda está com dúvidas? Entre em contato conosco no 3522-5001 ou por e-mail no contato@cdlacibom.com.br.

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

BACEN não proibiu bancos de aceitar notas com carimbo "Lula livre"

Por João Paulo Silva Dia em Notícias

Tem circulado na internet um vídeo com um homem carimbando notas de Real com o rosto do ex-presidente Lula. Com isso, surgiram vários boatos sobre a circulação dessas notas rasuradas. Um dos boatos que mais ganharam força, diz que os bancos não aceitam esse tipo de cédulas. O site Boatos.org, que trabalha para desmentir ou confirmar os boatos que circulam, entrou em contato com o Banco Central do Brasil, que disse:

“Cédulas com rabiscos, símbolos ou quaisquer marcas estranhas continuam com valor e podem ser trocadas ou depositadas na rede bancária. As notas descaracterizadas apresentadas na rede bancária serão recolhidas ao Banco Central, para destruição. O Banco Central incentiva a que as cédulas sejam preservadas, afinal a fabricação de cédulas e moedas gera custos para o país e sua reposição elevará ainda mais esse custo”.

Logo, uma nota mesmo rasurada continua com valor. Contudo, segundo o BACEN, o cidadão pode trocar sua cédula danificada em uma agência bancária ou ainda, recusar o recebimento.

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Venha participar do lançamento dos livros: "Bom Despacho 300 anos: homens que a construíram"

Por João Paulo Silva Dia em Notícias

No dia 01 de junho próximo, Fernando Humberto Campos fará o lançamento de sua série de livros "Bom Despacho 300 anos: homens que a construíram". O lançamento acontecerá na Câmara Municipal de Bom Despacho, às 18hs, e contará também com uma noite de autográfos.

Ao todo, serão lançados 4 livros. De acordo com Fernando Humberto Resende, "Visando preservar a memória de Bom Despacho. São quatro livros com 400 páginas cada, ilustrado que está sendo editado pelo Tomo I – 1715 a 1912 (Sétima Vila do Ouro, a 1ª sesmaria, a chegada dos italianos, libaneses, o povoado, a emancipação político-administrativo, Engenho do Ribeiro);
Tomo II – 1912 a 1940 (Estrada de Ferro Paracatu, chegada dos alemães, Construções: Igreja Matriz, Santa Casa, Vila Militar, e o Reinado);
Tomo III – 1940 a 1964 (Fábrica de Tecido, Siderúrgicas, COOPERBOM, Golpe Militar),
Tomo IV – 1964 a 2012 (BR262, CERER, COPASA, CEMIG, ABAP, ACIBOM, Companhia Agrícola e Florestal Santa Bárbara (CAF) que revolucionou o nosso cerrado, Movimento Roda Viva, SESC/LACES. SESI, CAIC)."

Você pode conferir o resumo completo de cada um deles clicando aqui.

Participe, saiba mais sobre a história de nossa cidade e prestigie a cultura local.

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Cadastre-se e descubra todas as vantagens de ser um dos nossos associados!

Nós também odiamos spam!